Última hora

Em leitura:

Talibãs paquistaneses reivindicam atentado de Shabqadar


Paquistão

Talibãs paquistaneses reivindicam atentado de Shabqadar

No Paquistão, dois bombistas suicidas atacaram recrutas paramilitares, quando estes se preparavam para partir de licença. O atentado provocou pelo menos 80 mortos.

O porta-voz de uma organização talibã paquistanesa reivindicou por telefone o atentado:

“O que aconteceu hoje é da responsabilidade dos Talibãs Tehreeke do Paquistão. Para nós, a polícia e o exército paquistaneses, não estão a proteger os muçulmanos, mas sim determinados a acabar com os mujahidin”.

O atentado deu-se quando cerca de 900 recrutas se preparavam para deixar o centro de treino depois de aí terem permanecido durante seis meses.

Este foi o primeiro atentado reivindicado como vingança pela morte de Bin Laden por um comando norte-americano.

O atentado verificou-se em Shabqadar no noroeste do Paquistão.

Em Lahore, no interior do Supremo Tribunal, centenas de advogados juntaram-se para orar por Bin Laden e protestar pela ação levada a cabo por tropas norte-americanas.

“Têm de acabar com este tipo de atividades e não as levar a cabo no Paquistão”, disse um dos manifestantes.

Os manifestantes acusaram os governos americano e paquistanês de terem aprovado a missão e gritaram palavras de ordem como “Amigos da América são traidores”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Mais refugiados líbios em Lampedusa