Última hora

Última hora

Israel prolonga encerramento de fronteiras

Em leitura:

Israel prolonga encerramento de fronteiras

Tamanho do texto Aa Aa

O Exército israelita anunciou que o encerramento das fronteiras da Cisjordânia foi prolongado até à meia-noite de segunda-feira.

A decisão foi tomada após violentos incidentes terem provocado pelo menos 12 mortos e centenas de feridos durante as comemorações da “Nakba”.

Os confrontos mais sangrentos ocorreram na periferia do território palestiniano, nomeadamente no Líbano e nos montes Golan sírios.

“O seu precioso sangue não foi derramado em vão porque esse sangue foi derramado pela libertação e pelos direitos do povo palestiniano”, disse Mahmoud Abbas, Presidente da Autoridade Palestiniana.

No Cairo, em frente à embaixada de Israel, cerca de 100 pessoas ficaram feridas no domingo durante confrontos entre a polícia e manifestantes que protestavam pelo terceiro dia consecutivo contra a criação do estado hebreu em 1948.

Os manifestantes reclamavam também a expulsão do embaixador israelita e a rutura das relações com Jerusalém.

O Egito foi o primeiro país árabe a estabelecer relações diplomáticas com Israel, mas este país continua a ser profundamente impopular junto de muitos egípcios.