Última hora

Última hora

Obama defende Estado da Palestina

Em leitura:

Obama defende Estado da Palestina

Tamanho do texto Aa Aa

Será uma semana de intensas negociações sobre o Médio Oriente, com a diplomacia norte-americana a tentar recuperar um processo interrompido em Setembro de 2010.

Esta terça-feira, o rei da Jordânia foi recebido na Casa Branca, por Barack Obama, e devem ter acertado estratégias, para que israelitas e palestinianos voltem negociaçar um entendimento.

E Obama não deixou dúvidas. O futuro é mesmo com dois estados:

“O nosso ponto de vista comum é que, apesar das muitas mudanças, ou talvez, por causa dessas mudanças que estão a acontecer na região, é mais vital que nunca, que israelitas e palestinianos encontrem uma maneira de voltar à mesa e iniciarem um processo de negociações, de modo a que se possam criar dois estados que vivam, lado a lado, em paz e em segurança”.

No domingo, também a Jordânia foi atingida pelos protestos, junto à fronteira com Israel.

Milhares de pessoas reclamaram os direitos do Povo da Palestina, mesmo em confrontos com a polícia.

Um problema que sobra para a Jordância, o país que acolhe maior número de refugiados, em 13 campos.