Última hora

Última hora

Cannes: Lars von Trier fala da simpatia por

Em leitura:

Cannes: Lars von Trier fala da simpatia por

Tamanho do texto Aa Aa

Hitler

No quadro do festival de Cannes, o realizador dinamarquês Lars von Trier apresentou o filme “Melancholia”, mas a estreia foi eclipsada por uma declaração de simpatia por Adolf Hitler:

“Queria ser judeu, mas na realidade dei-me conta que era nazi. Compreendo Hitler, mas não sou a favor da segunda Guerra Mundial, não estou contra os judeus”, disse o realizador.

Von Trier descreveu o filme como romântico, em linha com tudo o que detesta no cinema.

O filme acompanha duas irmãs perante a realidade de um planeta estar em rota de colisão com a Terra.

Uma aceita o destino calmamente. A outra, não.