Última hora

Última hora

Confrontos em protesto contra visita de Isabel II à Irlanda

Em leitura:

Confrontos em protesto contra visita de Isabel II à Irlanda

Tamanho do texto Aa Aa

A visita histórica da Rainha Isabel II à Irlanda motivou um protesto que degenerou em violência no centro de Dublin.

A manifestação contra a presença da monarca começou de forma pacífica e reuniu cerca de 150 pessoas, muitas das quais com bandeiras do partido nacionalista republicano Sinn Fein.

Mas vários manifestantes queimaram uma bandeira britânica e tentaram passar as barreiras de segurança erguidas pela polícia, motivando confrontos com as autoridades que acabaram por saldar-se em 21 detenções.

Isabel II deu início esta terça-feira a uma visita de quatro dias à Irlanda, a primeira de um monarca britânico num século e, sobretudo, desde a independência do país em 1922.

Num gesto forte de reconciliação, Isabel II depositou uma coroa de flores no “Jardim da Lembrança”, erguido em honra das vítimas da guerra de independência.

A visita da monarca está rodeada de um dispositivo de segurança sem precedentes, mobilizando dez mil polícias e militares.

Horas antes da sua chegada, foi neutralizado um engenho explosivo artesanal e as autoridades receberam outros oito alertas, que acabaram por se revelar falsos.