Última hora

Última hora

Iémen: Acordo entre presidente e oposição pode estar por horas

Em leitura:

Iémen: Acordo entre presidente e oposição pode estar por horas

Tamanho do texto Aa Aa

É dado como muito provável que o Presidente do Iémen, Ali Abdallah Saleh, e a oposição assinem esta quarta-feira um acordo.

O documento – que tem como base o plano proposto pelas monarquias árabes do Golfo e foi mediado por europeus e americanos – prevê a imunidade do chefe de Estado e dos seus próximos, bem como a realização de eleições presidenciais passados 60 dias.

“Logo que ambas as partes concordem com uma data para a transferência do poder, ser-lhe-á dado um mês para sair e garantida a sua segurança”, disse um porta-voz da oposição.

Manifestantes, frustrados após três meses de contestação nas ruas sem conseguirem desalojar Saleh do poder, exigem a partida imediata do presidente. Na semana passada as forças de segurança fizeram vários mortos, numa tentativa de os demover dos protestos.

O Iémen, um país pobre da Península arábica, enfrenta desde o início de janeiro um largo movimento de contestação popular, que exige a partida do presidente Ali Abdallah Saleh, no poder há quase 33 anos.

Saleh foi presidente da República Árabe do Iémen (Iémen do Norte), de 1978 a 1990, ano em que conseguiu a unificação do Iémen.

Desde essa altura organizou três eleições legislativas e duas presidenciais que venceu facilmente, em 1999 e em 2006, quando foi reeleito para um mandato que expira em 2013.