Última hora

Última hora

Mercado de jactos privados em expansão

Em leitura:

Mercado de jactos privados em expansão

Tamanho do texto Aa Aa

O mercado de vendas e aluguer de jactos privados está a recuperar da quebra de 2009.

Os dados foram divulgados antes da décima primeira edição da Convenção e Mostra de Aviação Executiva Europeia, a decorrer em Genebra, na Suíça, até 21 de Maio.

Com as principais economias mundiais a darem sinais de retoma, as viagens de negócios são cada vez mais comuns. A procura de voos em jactos privados, para executivos, aumentou 5,5 por cento em 2010.

O director executivo da VistaJet, Thomas Flohr explica a razão deste aumento: “Existe um conjunto de grandes empresas mundiais que necessitam deste tipo de serviço para que os executivos se possam deslocar a locais remotos, realizarem as negociações, e depois voltarem para a sede. É esse tipo de eficiência que os faz recorrer a serviços como o nosso.”

Na Europa, a liderar está a França com 17,3 por cento do total dos voos executivos europeus em 2010.

A Alemanha, logo a seguir, com 13,8 por cento e a fechar o pódio, o Reino Unido, com 13 por cento.

Também para as construtores de jactos, 2010 foi um ano de recuperação. Exemplo disso é a brasileira Embraer que no ano passado entregou 145 jactos executivos, mais 23 que em 2009. A brasileira conquistou, em 2010, 19 por cento do mercado mundial de construção de jatos executivos.