Última hora

Última hora

Milhares de sírios fogem para o Líbano

Em leitura:

Milhares de sírios fogem para o Líbano

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de cinco mil pessoas conseguiram deixar a Síria e entrar na localidade libanesa de Wadi Khaled. Para trás ficam os relatos de repressão e de um intenso cerco militar a Tall Kalakh. Os que passam a fronteira acusam as milícias fiéis ao regime de “massacres”.

Wadi Khaled é uma pequena localidade no norte do Líbano, separada da Síria por um rio. O fluxo de refugiados sírios aumentou no fim de semana quando tanques militares invadiram Tall Kalakh.

Ainda assim, alguns decidem regressar a casa para levar alimentos aos que não puderam fugir. Um refugiado conta que vai levar pão aos mais velhos que ficaram para trás. Diz que Tall Kalakh é sinónimo de destruição, com “corpos nas ruas, casas e mesquitas destruídas”.

Do lado libanês, há quem oiça o som das armas oriundo do lado sírio. Os ativistas dos direitos humanos dizem que mais de 20 pessoas morreram em Tall Kalakh desde o fim de semana.