Última hora

Última hora

Christine Lagarde favorita para liderança do FMI

Em leitura:

Christine Lagarde favorita para liderança do FMI

Tamanho do texto Aa Aa

Oficializada que está a demissão de Dominique Strauss-Kahn do cargo mais alto do Fundo Monetário Internacional, intensificam-se as apostas sobre quem será o próximo diretor.

Os líderes europeus querem que o lugar se mantenha nas mãos de um europeu e, segundo a maior parte das opiniões, o posto vai continuar a ser ocupado por um francês.

A atual ministra das Finanças de França, Christine Lagarde, é apontada como favorita, mas as casas de apostas britânicas dão a preferência ao turco Kermal Dervis. Outros nomes também falados são os do ministro das Finanças de Singapura ou ainda do ministro sul-africano Trevor Manuel e do governador do Banco do México, Augustín Carstens.

“É importante ter um europeu na liderança do FMI, porque os europeus têm consciência dos problemas da eurozona. Um chinês ou um americano não teria a mesma sensibilidade para esses problemas, porque eles têm os problemas deles. Por isso, precisamos de um europeu na direção do FMI”, diz o analista Robert Halver.

O nome de Lagarde tem o apoio das maiores potências europeias e também dos dois principais dirigentes da União Europeia, Durão Barroso e Herman van Rompuy. Isto apesar do nome do próprio Barroso circular também como possível candidato.

Tal como Strauss-Kahn, Christine Lagarde tem uma larga experiência nos Estados Unidos, onde viveu vários anos antes de ser chamada para o governo.