Última hora

Última hora

Ex-Agentes do FBI e dos serviços secretos ajudam Strauss-Kahn

Em leitura:

Ex-Agentes do FBI e dos serviços secretos ajudam Strauss-Kahn

Tamanho do texto Aa Aa

A batalha de Dominique Strauss-Khan para se livrar dos maus lençois joga-se agora no terreno. Além de ter um célebre advogado, o ex-diretor do Fundo Monetário Internacional contratou uma empresa de investigação constituída por antigos procuradores – que conhecem o meio judicial nova iorquino – e também por antigos agentes do FBI e dos serviços secretos.

Um detetive da Guidepost Solutions terá já viajado para a Guiné Conacri para reunir elementos que ajudem a ganhar o caso, em particular informações de desacreditem a queixosa, uma guineense de 32 anos.

Mas os rios de dinheiro que o economista despende por esta altura podem ser inúteis, se de facto a queixosa for uma jovem humilde, trabalhadora sem mácula.

O trabalho da equipa de defesa também deverá incidir sobre o quarto de hotel onde a alegada tentativa de violação ocorreu para reunir dados que contradigam os indícios recolhidos pelo laboratório de medicina legal do procurador.