Última hora

Última hora

Movimento de contestação em Espanha continua

Em leitura:

Movimento de contestação em Espanha continua

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 34 milhões de eleitores são chamados às urnas em Espanha para as eleições municipais e regionais.

Um escrutínio marcado pela vaga de contestação nacional do chamado movimento 15-M que dura há vários dias e que desafiou as autoridades na jornada de reflexão.

“Isto não acaba depois das eleições. O problema no país é o PP e o PSEO, votar à esquerda, votar à direita, o problema é numa esfera mais alta. Trata-se de uma questão de valores, isto é totalmente injusto, é preciso mudar.”

“ Eu vou votar porque é um direito, não quero deitar ao lixo um direito que um dia poderá representar a minha escolha, quero aproveitar”.

Em Barcelona, estima-se que 20 mil ocuparam a Praça da Catalunha.

A voz da contestação tem peso eleitoral. Dos 34 milhões de eleitores inscritos 817 mil são jovens que votam pela primeira vez nas regionais, enquanto 1,6 milhões se estreiam nas municipais.