Última hora

Última hora

Iémen: Suspenso o acordo de transição do poder

Em leitura:

Iémen: Suspenso o acordo de transição do poder

Tamanho do texto Aa Aa

Os estados do golfo decidiram suspender o acordo de transição do poder no Iémen.

A diplomacia não conseguiu convencer o presidente Ali Abdullah Saleh a assinar o acordo no qual se comprometia a abandonar o poder no prazo de 30 dias, em troca de imunidade.

Em Sanaa estava tudo a postos para a assinatura do documento. Os outros membros do governo assinaram; Saleh recusou-se, acusando os partidos da oposição de serem responsáveis por toda a violência que o país tem vivido nos últimos meses:

“Estão a conduzir-nos para a guerra civil e vão ter que assumir as responsabilidade pelo banho de sangue do passado e pelo sangue que será derramado no futuro, por causa da estupidez deles”, afirmou.

A situação nas ruas da capital é explosiva. A missão diplomática que se encontrava na cidade para a assinatura do acordo esteve cercada durante horas na embaixada dos Emirados Árabes Unidos, por centenas de apoiantes do presidente.

Os diplomatas foram finalmente retirados do edifício por helicópteros do exército iemenita.