Última hora

Última hora

Ministra francesa das Finanças apresenta candidatura à direção do FMI

Em leitura:

Ministra francesa das Finanças apresenta candidatura à direção do FMI

Tamanho do texto Aa Aa

A ministra francesa das Finanças, Christine Lagarde, é candidata à direção do Fundo Monetário Internacional.

O anuncio foi feito esta quarta-feira, durante uma conferência de imprensa, a poucas horas do início da cimeira do G8 em Deauville.

Christine Lagarde conta com o apoio de França, Alemanha, Itália e Reino Unido.

No entanto, as grandes potências emergentes pressionam para que se quebre a regra que dita que o diretor do FMI seja sempre europeu.

“No contexto do G20, durante o ano de 2009, os líderes mundiais alcançaram um acordo para o próximo líder do FMI, depois de Strauss Kahn, não ser europeu. O facto dos europeus voltarem a insistir na nomeação de uma pessoa vinda do velho continente é uma mensagem bastante penosa para as economias emergentes e para os países do BRIC. Consigo imaginar a administração norte-americana numa posição incómoda neste momento, porque implicar as economias emergentes, principalmente o Brasil, Rússia, Índia, China, era uma prioridade na agenda americana”, diz Dries Lesage do Grupo de Investigação sobre Governança Global da Universidade de Ghent.