Última hora

Última hora

Bósnia aplaude detenção de Mladic

Em leitura:

Bósnia aplaude detenção de Mladic

Tamanho do texto Aa Aa

Na Bósnia, a imprensa congratula-se com a detenção de Mladic.

“A queda do carniceiro” e “Finalmente” são alguns dos títulos que fazem manchete na imprensa nacional.

Para a população a notícia não podia ser melhor:

“Penso que as vítimas e os familiares vão, finalmente, sentir algum alívio já que não é possível fazer renascer todos aqueles que foram brutalmente assassinados. Vamos ver Mladic em Haia a enfrentar uma sentença que nunca poderá ser, suficientemente, adequada tendo em conta aquilo que fez ao povo bósnio” afirma uma mulher.

O líder militar dos sérvios da Bósnia durante a guerra de desintegração da Jugoslávia foi preso na Sérvia.

O general de 68 anos era procurado por crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio.

Mas a detenção de Mladic está a dividir os sérvios.

“Finalmente tudo isto terminou. Se é culpado tem de assumir as responsabilidades. A nação sérvia não pode ser responsabilizada e o ocidente tem de compreender isso” refere um sérvio.

Outro afirma: “Não sei o que dizer. É muito triste para a Sérvia que isto esteja a acontecer. Não devíamos dar tanta atenção ao que se passou porque não se trata de um triunfo, mas do colapso da nação sérvia. Penso que Mladic é um herói. Devíamos mandá-lo embora de outra forma, mas não assim” conclui um homem.

A detenção do general de 68 anos já foi saudada por vários países. A Sérvia está a partir de agora mais próxima da União Europeia.