Última hora

Última hora

Kosovo no centro da discórdia

Em leitura:

Kosovo no centro da discórdia

Tamanho do texto Aa Aa

Duas dezenas de líderes da Europa central e de leste reuniram-se esta sexta-feira, em Varsóvia, numa cimeira sobre a democratização da região e sua possível influência nas recentes revoltas árabes

A Presidente do Kosovo, Atifete Jahjaga foi uma das convidadas o que levou os Presidentes da Sérvia, Boris Tadic, e da Roménia, Traian Basescu, a recusar o convite convite para participar no encontro. Os dois países não reconhecem o Kosovo como um estado independente.

Hoje em dia 75 países, incluindo Portugal e a maioria dos Estados-membros da União Europeia reconhecem o Kosovo.

Prova disso é a visita de Catherine Ashton ao país. Depois de um almoço com o primeiro-ministro do Kosovo, Hashim Thaci, a chefe de política externa da União Europeia congratulou o presidente Sérvio pela detenção de Ratko Mladic mas avisou que só isso não chega para aderir à União.

“A detenção de Mladic representa um momento importante para a Sérvia, mas o caminho para a União Europeia exige uma série de coisas, por parte de todos. Requer muito trabalho e há várias questões técnicas que precisam ser abordadas. Obriga-nos também a avançar em direção a uma política com o conjunto da União Europeia,” avançou.

Aos poucos a região dos Balcãs vai alcançando a paz, no entanto há ainda muito caminho a percorrer até à total reconciliação.