Última hora

Última hora

Papandreou tenta reunir apoios à austeridade

Em leitura:

Papandreou tenta reunir apoios à austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

O governo grego está a dar o tudo por tudo para conseguir apoio às mais recentes medidas de austeridade. O executivo liderado por George Papandreou esteve reunido com a oposição, para reunir apoio em torno destas medidas, destinadas a garantir que o FMI paga a próxima fatia de ajuda financeira, de 12 mil milhões de euros.

O presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, lançou algum medo nos mercados ao evocar a possibilidade da Grécia poder entrar numa situação em que não pode pagar as dívidas. As medidas implicam um novo apertar do cinto.

“Estas decisões são tomadas contra os trabalhadores, contra os cidadãos. Porque é que temos de pagar aos ladrões que roubaram o nosso dinheiro? Eles é que têm de pagar, têm que ir para a cadeia. Devem vir novas pessoas, pessoas de valor para o poder”, diz Alexandra, manifestante em Atenas.

Embora os socialistas, no poder, tenham uma maioria parlamentar, a União Europeia pede que haja um consenso com os outros partidos. O principal partido da oposição votou contra o plano de salvamento e continua a opor-se às medidas do governo.