Última hora

Última hora

Sobe o número de vítimas da bactéria nos pepinos

Em leitura:

Sobe o número de vítimas da bactéria nos pepinos

Tamanho do texto Aa Aa

Aumentou para seis o número das vítimas mortais dos pepinos contaminados com uma perigosa bactéria. A informação foi avançada pelas autoridades da Alemanha, o país mais afetado pela crise. Por outro lado, o governo espanhol diz não haver provas de que a contaminação é oriunda de Espanha. O sindicato dos pequenos agricultores espanhóis mostra-se indignado e acusa os alemães de terem ignorado os protocolos de alerta.

“O alerta foi ativado apenas algumas horas depois dos factos, e claramente a Alemanha ignorou o protocolo para o início dos alertas de saúde. Isso é muito grave, não só pelas repercussões que pode ter nos setores mas também porque apenas cria alarme, nada mais”, referiu Montse Cortiqas, da UPA.

“Achamos que foram negligentes porque sabemos que estes produtos não são apenas espanhóis, de Almeria e Málaga, temos informações de que em quatro testes, uma das amostras contaminadas é originária da Holanda”, disse Fulgencio Torres, da Hortyfruta.

Além das seis mortos há centenas de pessoas doentes, não só na Alemanha, mas também na Suécia, na Dinamarca, no Reino Unido e Holanda.

Trata-se da bactéria Escherichia coli que provoca hemorragias intestinais.