Última hora

Última hora

Protesto na Bósnia contra detenção de Mladic

Em leitura:

Protesto na Bósnia contra detenção de Mladic

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de sérvios da Bósnia reuniram-se na localidade de Sokolac, a 50 quilómetros de Sarajevo, para protestar contra a detenção de Ratko Mladic.

Na Sérvia, o Partido Radical convocou uma manifestação para este domingo, no centro de Belgrado, em apoio ao ex-chefe militar dos sérvios da Bósnia, acusado de genocídio, crimes de guerra e contra a humanidade.

O advogado de Mladic transmitiu um apelo do ex-general aos simpatizantes, para que mantenham a “calma”.

Milos Saljic disse ainda que “ele não se sente culpado e não reconhece [o Tribunal Penal Internacional de] Haia”.

O advogado defende, no entanto, que o seu cliente demonstra falta de coerência, em apoio da tese dos familiares de Mladic, que acreditam que o ex-general de 69 anos não está em condições de ser julgado, ao contrário do que declarou uma juíza sérvia.

Em Visegrad, na Bósnia-Herzegovina, decorreu este sábado uma manifestação bem diferente.

Entre mil e dois mil muçulmanos bósnios juntaram-se na ponte sobre o rio Drina para recordar os familiares assassinados durante a limpeza étnica conduzida pelas forças sérvias comandadas por Mladic. Os corpos de muitas das vítimas foram encontrados nas margens do Drina.