Última hora

Última hora

General turco acusado de ter participado na organização de golpe de Estado

Em leitura:

General turco acusado de ter participado na organização de golpe de Estado

Tamanho do texto Aa Aa

A investigação sobre a organização de um alegado golpe de Estado em 2003 contra o governo de Recep Tayyip Erdogan, na Turquia, continua a fazer rolar cabeças no seio das forças armadas.

Um tribunal de Istambul acusou formalmente e ordenou a detenção de Bilgin Banlanli, general responsável pelas academias militares turcas e visto como o futuro Chefe de Estado-Maior da Força Aérea do país, depois de várias horas de interrogatório.

Banlanli passa assim a ser o mais alto graduado ainda em serviço a ser formalmente acusado de participação na conspiração contra o governo liderado pelo AKP, partido islâmico moderado, desde 2002.

Entretanto, o Procurador-Geral turco ordenou que o líder do golpe de Estado de 1980, Kenan Evren, seja inquirido enquanto suspeito no quadro da investigação recentemente lançada sobre o golpe de há 30 anos, o mais sangrento da história da Turquia.

A convocação de Kenan Evren só é possível graças a uma série de alterações constitucionais levadas a cabo em setembro de 2010. Uma destas alterações foi a supressão do artigo 15 que dava imunidade aos generais do golpe de 1980.