Última hora

Última hora

Adeus Endeavour, até já Atlantis

Em leitura:

Adeus Endeavour, até já Atlantis

Tamanho do texto Aa Aa

O Endeavour regressou à terra e para sempre. Depois de 25 missões no espaço, a nave norte-americana vai assentar, em terra firme, num museu da Califórnia.

O vaivém tocou a pista do Centro espacial Kennedy às 02h35 locais (7h35 em Lisboa), completando com sucesso a última viagem de dezasseis dias,

11 dos quais acoplado à Estação Espacial Internacional.

A bordo, o Endeavour levou um detetor de partículas no valor de dois mil milhões de dólares. O objetivo é revelar alguns dos segredos sobre a origem do universo.

Os astronautas foram recebidos como estrelas. A declaração final coube ao comandante Mark Kelly, o marido da congressista norte-americana que foi baleada durante um comício em Tucson, em janeiro.

“É ótimo estar de volta ao Centro Espacial Kennedy e trazer o Endeavour em grande forma. Até parece que está preparado para outra missão apesar de ter realizado a última”, declarou o astronauta.

Enquanto uns diziam adeus ao Endeavour, outros começavam a preparar a despedida do Atlantis. Será lançado a 8 de julho para a última missão do programa norte-americano de vaivéns espaciais.

Depois, o Atlantis regressa definitivamente para o centro espacial Kennedy. Os Estados Unidos passam, então, a depender das naves russas Soyuz para enviar astronautas para a Estação Espacial Internacional. Preço do bilhete: 51 milhões de dólares.