Última hora

Última hora

Bielorrússia pede ajuda ao FMI

Em leitura:

Bielorrússia pede ajuda ao FMI

Tamanho do texto Aa Aa

A Bielorrússia pediu ajuda ao Fundo Monetário Internacional, para sair da grave crise financeira em que mergulhou há vários meses.

Peritos do FMI já estão em Minsk para avaliar o pedido de empréstimo que pode atingir os oito mil milhões de dólares (5,5 mil milhões de euros).

A previsão oficial da inflação para 2011 é de 39%. Na semana passada, o rublo bielorrusso foi desvalorizado em mais de 50% por cento.

O défice comercial entre janeiro e abril atingiu os 2,5 mil milhões de euros.

A debilidade da moeda e o receio quanto a novas desvalorizações fez com que os bielorrussos corressem a comprar divisas, bens e alimentos não perecíveis, originando níveis de escassez que já não se viam no país desde os tempos soviéticos.

Até dia 14 de Junho, o FMI vai dar uma resposta formal ao pedido da Bielorrússia. Entretanto, os peritos vão avaliar as condições e os moldes do plano de assistência financeira.