Última hora

Última hora

Pepinos espanhóis ilibados de culpas

Em leitura:

Pepinos espanhóis ilibados de culpas

Tamanho do texto Aa Aa

Depois dos agricultores espanhóis, são agora os produtores holandeses que enfrentam o colapso da exportação de pepino para a Alemanha.

Inicialmente as autoridades alemãs apontaram pepinos importados da Espanha como origem do surto de uma variante da bactéria E.coli.

Terça-feira uma responsável pela saúde pública de Hamburgo informou que afinal os pepinos espanhóis não são a fonte do surto.

“Posso dizer-lhes que até ao momento dois dos quatro pepinos em que encontrámos E. coli, têm uma E. coli patogénica, mas não do tipo O104, que está na origem das complicações graves verificadas aqui em Hamburgo”, disse Cornelia Prufer-Storks, senadora do governo regional de Hamburgo com o pelouro da Saúde Pública.

Até ao momento o surto provocou 15 mortes e mais de 1.400 contaminados em vários países.

As autoridades espanholas já ameaçaram processar judicialmente a Alemanha e pedir uma indemnização pelos danos causados aos seus hortofruticultores.