Última hora

Última hora

Estirpe do colibacilo nos pepinos é nova

Em leitura:

Estirpe do colibacilo nos pepinos é nova

Tamanho do texto Aa Aa

A bactéria dos pepinos que estará na origem de várias mortes e infeções na Europa é de uma estirpe da Escherichia Coli até agora desconhecida.

A conclusão é de vários cientistas, como os peritos da Universidade de Hamburgo que nunca viram este tipo de colibacilo.

“Pudemos determinar que é uma nova estirpe, uma versão patogénica desconhecida. No futuro poderemos tirar mais conclusões”, diz o bacteriologista Holger Rohde.

A bactéria é resistente a muitos antibióticos normalmente utilizados nos casos de infeção. Inicialmente, os alemães suspeitavam que os pepinos espanhóis seriam o vetor de contaminação, mas a informação revelou-se infundada.

O Presidente do Instituto Robert Koch estima que será difícil determinar a origem da bactéria. “Voltámos ao ponto de partida em que a origem estava limitada a três tipos de alimentos, mas precisar a fonte, a origem, o método de processamento que é responsável pela contaminação é muito difícil – não temos nesta altura qualquer informação”, referiu Reinhard Burger.

As autoridades sanitárias estão a aconselhar as populações a empregar medidas higiene como o lavar as mãos e os alimentos, que não devem ser ingeridos crus