Última hora

Última hora

Japão: Governo entra em fusão nuclear mas sobrevive a moção de censura

Em leitura:

Japão: Governo entra em fusão nuclear mas sobrevive a moção de censura

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro japonês sobrevive à moção de censura votada hoje no parlamento – por 293 votos contra e 152 a favor – mas não à crise provocada pelo acidente nuclear em Fukushima.

Pressionado a abandonar o poder pelo seu próprio partido, Naoto Kan, garantiu que vai demitir-se, mas só após resolver a situação da central nuclear afetada e das vítimas do tsunami e terramoto de Março.

Kan assegurou que, “vai passar o poder a uma nova geração mas só após cumprir com as suas responsabilidades para resolver a situação criada pelo terramoto que afetou o país”

O partido Democrata do Japão adia a saída de cena de Kan pelo menos até Setembro, para dar tempo ao governo para aprovar um novo orçamento para a reconstrução das zonas afetadas.

O chefe do governo é criticado pela gestão dos vários acidentes nos reatores da central nuclear que poderão atrasar para lá de Janeiro o anunciado encerramento definitivo da instalação.