Última hora

Em leitura:

Desemprego aumenta nos EUA


economia

Desemprego aumenta nos EUA

As notícias que chegam do mercado de trabalho norte-americano são piores do que se esperava.

Os Estados Unidos criaram apenas 54 mil empregos em maio, três vezes menos do que o previsto pelos analistas, já pessimistas depois da divulgação dos dados do setor privado na quarta-feira.

A taxa de desemprego voltou a aumentar em maio, para 9,1%, o nível mais elevado desde o mês de dezembro. O valor de abril foi revisto em alta, para 9%.

As empresas tentam restringir os custos do trabalho, face aos receios de que os gastos dos consumidores continuem a abrandar, numa altura em que as famílias se debatem com elevadas despesas na alimentação e nos combustíveis.

Perante este cenário de abrandamento da maior economia do mundo, a Reserva Federal deve manter as taxas de juro próximas de zero até ao próximo ano.

Além das empresas, também os investidores parecem estar a perder confiança no ritmo da expansão económica. O Standard & Poor’s 500 caiu 3,7% desde o final de abril.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

Inflação dispara na Turquia