Última hora

Última hora

Epidemia de E.coli é provocada por estirpe rara e resistente

Em leitura:

Epidemia de E.coli é provocada por estirpe rara e resistente

Tamanho do texto Aa Aa

O surto de E.coli que já fez 17 mortos na Alemanha e um na Suécia é provocado por uma estirpe bastante rara e resistente aos antibióticos. Os hospitais alemães contabilizam já dois mil casos e a Organização Mundial de Saúde diz que se trata de uma nova estirpe “nunca antes vista numa epidemia”.

O professor Klaus Stark, do Instituto Robert Koch de Berlim, diz que “pode falar-se claramente em epidemia. Tem surgido um número enorme e absolutamente inesperado de infeções, algo nunca visto na Alemanha”.

A Rússia decidiu embargar a importação de vegetais frescos da União Europeia, o que provocou a indignação de Bruxelas.

Moscovo só levantará a proibição quando as razões e origem da epidemia estiverem determinadas.

Um porta-voz da diplomacia russa defende que “qualquer governo quer proteger o seu mercado contra ‘presentes’ deste tipo, como os pepinos” postos em questão.

Os investigadores continuam a tentar descobrir a origem do surto, inicialmente atribuído a pepinos provenientes de Espanha. Em Valência, agricultores espanhóis organizaram um protesto à porta do consulado alemão, culpando as “acusações” feitas por Berlim pelos danos económicos no sector, avaliados em centenas de milhões de euros.