Última hora

Última hora

Esquerda italiana celebra República com um gosto especial em Milão

Em leitura:

Esquerda italiana celebra República com um gosto especial em Milão

Tamanho do texto Aa Aa

A Itália celebrou esta quinta-feira o sexagésimo quinto aniversário da República, que este ano coincide com os 150 anos da unificação do país.

Em Milão, as celebrações tiveram um gosto especial para a esquerda, com a entrada em funções do novo presidente da Câmara, Giuliano Pisapia.

Pisapia diz que acreditou, durante a campanha, que “devia afirmar-se abertamente como um candidato da esquerda e isso foi bastante apreciado [pela população]. Se tivesse tentado lutar contra a direita fazendo-se passar por um moderado, ou mesmo alguém próximo da direita, teria perdido”.

A esquerda obteve em Milão a maior vitória das eleições municipais, “roubando” o bastião da direita do primeiro-ministro Silvio Berlusconi. As celebrações tiveram, por isso, um duplo sentido.

Uma milanesa explicava que se juntou aos festejos para “celebrar a eleição de Pisapia, um homem maravilhoso, brilhante, honesto e sério”.

A correspondente da euronews, Selene Verri, afirma que “é impressionante em Milão o tipo de adoração ‘futebolística’ que Pisapia parece provocar. Silvio Berlusconi encontrou finalmente um adversário capaz de desafiar a sua popularidade”.