Última hora

Última hora

Sírios mantém pressão sobre o regime apesar da brutalidade

Em leitura:

Sírios mantém pressão sobre o regime apesar da brutalidade

Tamanho do texto Aa Aa

Há onze semanas que a inssureição síria é sufocada pela armas, mas hoje, resgistaram-se novas manifestações em várias cidades. Em Qamishli, no nordeste da síria, milhares de curdos sairam igualmente à rua gritando por liberdade.

Outras manifestações tiveram também lugar noutras cidades para prestar homenagem às crianças mortas durante o movimento de contestação.

Segundo a Unicef, pelo menos 30 crianças, já apelidadas de “crianças da liberdade”, terão sido assassinadas a tiro pelas forças de segurança do regime.

Hamzeh al-Khatib, um rapaz de 13 anos, que foi “torturado e morto” segundo o movimento de contestação, transformou-se recentemente numa das principais figuras da resistência contra a brutalidade do regime de Bachar al-Assad.