Última hora

Última hora

Exército sírio matou 63 pessoas

Em leitura:

Exército sírio matou 63 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

As forças sírias leais ao presidente Bashar al-Assad mataram 63 pessoas, na tarde de sexta-feira, dia consagrado às manifestações anti- regime.

Nos arredores de Damasco, morreu um manifestante, segundo as organizações locais de defesa dos direitos humanos.

A situação mais grave aconteceu na cidade Hama. Uma carga policial sobre os manifestantes matou 53 pessoas.

No noroeste da província de Idlib as cargas do exército provocaram mais dois mortos.

E na cidade de Rastan, na zona central do país, há registo de mais sete mortos.

Há 11 semanas consecutivas que as manifestações anti-regime abalam a Síria. O presidente Bashar al-Assad tem feito sucessivos promessas de reformas. mas até agora não concretizou nenhuma.

A cidade de Hama tem um enorme valor simbólico para o regime. Foi aqui que o falecido Hafez al-Assad, pai do actual presidente, iniciou o movimento que o levou ao poder, há 29 anos.