Última hora

Última hora

Iémen: novos protestos depois de ataque que feriu presidente

Em leitura:

Iémen: novos protestos depois de ataque que feriu presidente

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Taiz, no sul do Iémen, voltou a ser palco de protestos pacíficos, depois do ataque contra o palácio presidencial na capital.

A manifestação em Taiz coincidiu com a oração de sexta-feira. Não muito longe, podiam ouvir-se explosões e há relatos de vários mortos. As Nações Unidas estão a investigar informações de dezenas de mortes na cidade desde domingo.

A União Europeia ativou os mecanismos para coordenar e facilitar a retirada de cidadãos europeus que queiram abandonar o Iémen. A França e o Reino Unido aconselharam mesmo os seus nacionais a saírem de imediato.

Nos últimos dez dias, registaram-se mais de 150 mortes, sobretudo na capital, onde milícias tribais enfrentam tropas fiéis a Ali Abdullah Saleh.

Depois do ataque com morteiros contra o palácio presidencial, esta sexta-feira, o chefe de Estado disse numa mensagem áudio transmitida na televisão estatal que está de “boa saúde”. Saleh foi “ferido ligeiramente na cabeça”, segundo um responsável do regime.