Última hora

Última hora

Roberto Gates foi despedir-se ao Afeganistão

Em leitura:

Roberto Gates foi despedir-se ao Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Robert Gates está a cumprir a última visita ao Afeganistão, no cargo de secretário norte-americano da Defesa.

Este sábado, em Cabul, pediu a manutenção da estratégia dos aliados, de forma a criar condições para o processo de transição.

Numa conferência de imprensa conjunta com o presidente Hamid Karzai, Gates disse que “ainda que o compromisso da comunidade internacional seja forte e duradouro, não é infinito em termos de tempo e de recursos”. “Para que a transição possa ser bem sucedida”, lembrou, “o governo afegão e as forças de segurança devem estar dispostos a assumir cada vez mais a responsabilidade da governação e da defesa do seu território”.

E num clima cada vez mais tenso entre os aliados ocidentais e Cabul, Robert Gates fez o mea culpa pelas vítimas, afirmando que “lamenta profundamente” as perdas civis causadas pelas forças da NATO.

Karzai tem vindo a endurecer o discurso e a avisar que a Aliança poderá ser considerada como uma força de ocupação se continuarem a morrer civis.