Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

As autoridades alemãs continuam no encalço da bactéria E.coli, responsável, até ao momento, pela morte de 19 pessoas.

Há registo de 1700 infetados por toda a Europa, em particular na Alemanha, mas prevê-se que o número de vítimas venha a aumentar.

Em Hamburgo, cidade onde se desenvolveu o surto de diarreias mortais, os hospitais estão completamente lotados. Os doentes em estado menos grave estão a ser transferidos para outras unidades de forma a libertar espaço para as pessoas contaminadas com a bactéria.

Para evitar o pior, as autoridades de saúde aconselham as pessoas a evitar a ingestão de saladas e legumes crus.

Junto da comunidade científica, as dúvidas persistem. Há várias hipóteses em cima da mesa, mas a que começa a ganhar consistência é a de que a bactéria se propagou a partir de uma fábrica de biogás, durante o processo de fermentação.

Foi pelo menos isso que disseram alguns especialistas a um jornal alemão, numa altura em que as críticas sobem de tom.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre