Última hora

Última hora

Eleições Legislativas: PSD e CDS-PP alcançam maioria absoluta

Em leitura:

Eleições Legislativas: PSD e CDS-PP alcançam maioria absoluta

Tamanho do texto Aa Aa

Pedro Passos Coelho é o novo primeiro-ministro de Portugal. O Partido Social Democrata venceu as eleições legislativas antecipadas, com um resultado superior ao esperado pelos analistas. O PSD não terá, no entanto, uma maioria absoluta. Um governo de maioria terá que ser alcançado em coligação com o CDS-PP, de Paulo Portas. O CDS-PP sai deste escrutínio como a terceira força política mais votada, com cerca de 11% dos votos.
Para o Partido Socialista foi uma pesada derrota. O PS não passa dos 30% dos votos expressos, um dos piores resultados do partido em eleições legislativas.

Pedro Passos Coelho tem, a partir desta segunda-feira, a difícil tarefa de começar a formar o governo com o qual terá que enfrentar as difícil situação económica em que o país se encontra e condicionado pelo compromisso de austeridades assumido com a União Europeia e com o FMI.

Com 99% dos votos contados, os resultados são os seguintes: PSD: 38,7%; PS:28,1%%; CDS-PP: 11,7%; CDU: 7,9%; BE: 5,2%
Em termos de assentos parlamentares, estes números garantem 103 deputados ao PSD; 72 ao PS; 23 ao CDS-PP; 15 à CDU e 7 ao BE.

Para além do PS, o grande derrotado é BE que perde quase metade dos votos. À esquerda só a CDU se mantém firme na fasquia eleitoral que lhe é tradicional

Os portugueses voltaram a manifestar de forma clara o desinteresse e a desconfiança na classe política. Menos de 60% dos eleitores foram às urnas. A abstenção supera os 41%

Maria Barradas