Última hora

Última hora

Espiral de violência no Iémen

Em leitura:

Espiral de violência no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

O Iémen mergulha numa espiral de violência. Cinco pessoas morreram e inúmeras outras ficaram feridas numa violenta troca de tiros no sul do país, em Taiz.
 
No centro da capital Sana foi também escutado o som de explosões e tiroteio.
 
A violência entre fações armadas aumentou depois do Presidente Ali Abdallah Saleh e outras altas individualidades políticas terem ficado feridas num ataque ao palácio presidencial, na sexta-feira.
 
O chefe de Estado viajou para a Arábia Saudita para ser tratado, mas fala-se na eventualidade de ser uma manobra para Saleh salvar a face, pois o regime aparenta estar cada vez mais cercado.
 
De um lado está a oposição armada das tribos mais poderosas do país e do outro, o povo na rua que não cessa que erguer a voz por uma mudança.
 
Face à viajem forçada do presidente do país, milhares celebraram na capital Sanaa. A ausência do chefe de Estado pode precipitar o país para uma violenta guerra civil numa tentativa de controlar o poder.