Última hora

Última hora

Alemanha aprova lei para desligar reatores nucleares

Em leitura:

Alemanha aprova lei para desligar reatores nucleares

Tamanho do texto Aa Aa

O governo alemão adotou hoje o projeto de lei que fará do país a primeira grande potência industrializada do mundo a virar as costas ao nuclear. Até 2022, vão ser encerradas todas as centrais na Alemanha.

Um momento há muito aguardado pelos ambientalistas, que celebraram a decisão do governo.

Quase três meses depois do acidente nuclear de Fukushima, no Japão, Angela Merkel decidiu fazer marcha atrás na decisão de prolongar a vida dos reatores. Em causa esteve também o descontentamento crescente do eleitorado e a subida de popularidade dos Verdes.

O líder do partido, Cem Özdemir, congratula-se com a decisão que vê como “um sucesso” não apenas dos Verdes mas, também, “de todos os que se opuseram à energia nuclear”, salientando que “ao longo dos anos, se formou uma larga maioria contra o uso da energia nuclear na Alemanha”.

As oito centrais suspensas em março vão manter-se desligadas. As restantes nove vão ser encerradas entre 2015 e 2022. O governo promete apostar nas energias renováveis para compensar a perda de 22 por cento de eletricidade de origem nuclear.