Última hora

Última hora

Bactéria E.coli: UE prevê "compensações" para produtores afetados

Em leitura:

Bactéria E.coli: UE prevê "compensações" para produtores afetados

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia anunciou a intenção de propor “compensações” financeiras para ajudar os produtores de legumes e de frutas afetados pelo surto de infeções provocadas pela nova estirpe da bactéria E. coli.

Para já, o Executivo comunitário ainda não está em condições de estimar o montante global destinado aos apoios.

“Os produtores que integram uma organização têm direito ao cofinanciamento da União Europeia por retirarem frutas e legumes do mercado.

No que diz respeito a outras situações, neste momento apenas estão claras as ajudas estatais e há ainda um limite de 7500 euros por cada quinta ao longo de três anos”, disse Roger Waite, porta-voz da Comissão Europeia.

Os ministros europeus da Saúde estão reunidos esta segunda-feira para discutir o impacto da bactéria na Europa. Espanha mostrou solidariedade com os países afetados, mas não deixou de criticar a gestão da crise.

“Espanha vai pedir indemnizações pelos danos económicos sofridos. Vamos apelar à Comissão para melhorar o sistema de alerta da União Europeia”, revelou a ministra espanhola da Saúde, Leire Pajín Iraola.

As medidas concretas para a compensação dos produtores vão ser discutidas esta terça-feira, durante uma reunião extraordinária de ministros da Agricultura dos 27, no Luxemburgo.