Última hora

Última hora

E.coli: UE propõe ajuda de 150 milhões de euros para produtores afetados

Em leitura:

E.coli: UE propõe ajuda de 150 milhões de euros para produtores afetados

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia propõe um pacote de 150 milhões de euros em ajuda financeira destinada aos produtores hortofrutícolas confrontados com quebras nas vendas devido ao surto da bactéria E.coli.

Os ministros da Agricultura dos “27” estão reunidos no Luxemburgo para debater o problema. O valor final da ajuda está dependente da avaliação de prejuízo que cada país realizar.

“Vamos propor um montante de 150 milhões de euros. Vamos também estar atentos às estimativas dos prejuízos dos produtores, que devem ser conhecidas nos próximos dias e semanas. Espero que as autoridades alemãs consigam dar uma resposta sobre a origem da infeção o mais rápido possível. Isto porque na ausência de informações será difícil restaurar a confiança dos consumidores”, disse Dacian Ciolos, comissário europeu da Agricultura.

Ciolos referiu ainda que o cálculo das indemnizações vai compreender o período desde o final de Maio até ao fim do mês de Junho.

O valor da indemnização poderá dececionar Espanha, que deve exigir da Alemanha uma compensação a cem por cento, pelas perdas verificadas depois das acusações falsas contra os pepinos exportados pelo país.

A Associação espanhola de Exportadores de Frutas e Hortaliças estima em 220 milhões de euros as perdas semanais, desde a chamada “crise do pepino”.