Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

A crise E.coli teve um grande impacto na agricultura europeia. Para falar sobre o tema convidámos Pekka Pessonen, líder de uma associação de agricultores europeia.

Euronews:
Várias pessoas morreram, muitos mais ficaram doentes, e os agricultores da União Europeia estão mais uma vez sob os holofotes. Quem é o culpado de tudo isto?

Pekka Pessonen:
“Neste momento, infelizmente, não sei de quem é a culpa, nem onde a epidemia teve origem. Estamos ansiosos pelos resultados das análises das autoridades alemãs e da Comissão Europeia.”

Euronews:
Parece haver uma falta de coordenação entre as autoridades nacionais e as europeias. Isso não o preocupa?

Pekka Pessonen:
“Claro que preocupa, por isso temos de ter certeza de que o sistema que visa garantir que situações como esta não aconteçam, seja melhorado.”

Euronews:
As autoridades em questão parecem ter sido apanhadas entre lançar o alerta e, ao mesmo tempo, não prejudicar o setor alimentar. Estão a conseguir?

Pekka Pessonen:
“Não creio, e isto é neste momento o desafio. Parece que temos um problema sempre que falamos de algo relacionado com a comida. A reação do público, dos consumidores, é desproporcionada em relação ao risco real que enfrentam. “

Euronews:
Que mensagem tem para os consumidores?

Pekka Pessonen:
“Bem, temos de ser razoáveis. Quando olhamos para o risco, por agora está concentrado na Alemanha. A maioria dos países europeus não foi afetada, por isso, compreendemos desde o início que apenas os cidadãos e consumidores que adquirissem produtos alimentares na Alemanha, seriam os únicos afetados. Isso deve ser tido em conta quando consumimos alimentos ou produtos hortícolas em outra parte da União Europeia.”

Euronews:
Os consumidores seguem quem os lidera e na Alemanha, a mensagem era de que os pepinos espanhóis não se podiam comer e depois descobriu-se que esse não era o caso. Isso teve um enorme impacto no setor agrícola espanhol. Por isso que hão de fazer os consumidores quando os seus líderes dão sinais errados?

Pekka Pessonen:
“Essa é uma responsabilidade para os líderes políticos de cada Estado-Membro. Têm de pensar com antecedência sobre o impacto que as suas declarações irão causar, em especial no mercado económico europeu.”

Euronews:
Os agricultores espanhóis devem ser recompensados?

Pekka Pessonen:
“Bem, Acreditamos que lhes devem dar uma compensação de maneira a que possam recuperar dos danos causados. Este é um caso sério para milhares e milhares de agricultores em toda a União Europeia, não só em Espanha.”

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre