Última hora

Em leitura:

Alemanha defende reestruturação da dívida grega


economia

Alemanha defende reestruturação da dívida grega

O ministro alemão das Finanças defende a reestruturação da dívida grega, numa carta enviada ao BCE e aos ministros da zona euro.

Na missiva divulgada pela imprensa, Wolfgang Schaeuble sugere que a maturidade das obrigações do Estado grego seja adiada sete anos e que os credores privados helénicos participem de forma “substancial” no segundo resgate a Atenas.

“Não podemos continuar a injetar mais e mais dinheiro na Grécia. O elevado endividamento impede o país de se manter de pé sozinho. Por essa razão, é que a reestruturação da dívida é proposta agora e espero que a visão de Schäuble seja aceite”, diz Robert Halver do Baader Bank.

A posição alemã colide com a da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu, que estão contra uma reestruturação da dívida grega.

O Credit Agricole, que é um dos bancos estrangeiros mais expostos ao risco grego, já se mostrou favorável a um prolongamento da maturidade da dívida.

As novas medidas de austeridade impostas pela União Europeia e pelo FMI foram recebidas com greves e manifestações.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

Moody's pode rever nota soberana da Grã-Bretanha