Última hora

Última hora

Bombas sobre Trípoli no dia do aniversário de Kaddafi

Em leitura:

Bombas sobre Trípoli no dia do aniversário de Kaddafi

Tamanho do texto Aa Aa

O aniversário de Mouammar Kaddafi foi assinalado em Trípoli com o maior ataque de sempre das forças da NATO contra a capital líbia.

Mais de 60 bombas atingiram vários edifícios oficiais e infraestruturas da cidade, entre as quais o complexo presidencial de Bab al-Aziziya e a estrada que liga o centro ao aeroporto.

O regime afirma que pelo menos 29 pessoas teriam morrido durante os ataques. Numa mensagem áudio difundida pela televisão pública, Kaddafi afirmou que não vai render-se, tendo apelado aos seus seguidores para se concentrarem na sede da presidência, visada por mais de uma dezena de bombas.

O ataque da NATO ocorre num momento em que os rebeldes se encontram apenas a 100 quilómetros da capital e quando a diplomacia internacional desfila ao lado dos rebeldes em Bengasi.

Um enviado russo reuniu-se, na terça-feira, pela primeira vez, com o Conselho Nacional de Transição, o órgão representativo dos rebeldes líbios.

“Pensamos que Kaddafi perdeu toda a legitimidade desde o momento em que começou a disparar sobre o povo líbio”, afirmou Mikhail Margelov.

Entre os países que se opunham à intervenção militar da NATO, também a China enviou um emissário a Bengasi esta terça-feira.