Última hora

Em leitura:

Cameron: "quem votar contra vai ter que prestar contas à consciência"


Síria

Cameron: "quem votar contra vai ter que prestar contas à consciência"

O Reino Unido e a França vão apresentar no Conselho de Segurança das Nações Unidas, em Nova Iorque, uma resolução a condenar a repressão na Síria.

As organizações de defesa dos direitos do homem estimam que mais de 1000 civis tenham sido mortos, desde o início dos protestos. Milhares de pessoas terão sido detidas.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, deixa um aviso:

“Quem votar contra ou tentar vetar a resolução deve prestar contas à consciência.”

Uma mensagem dirigida à Rússia e a China já se mostraram contra a iniciativa.

A polémica está ao rubro depois, da alegada, embaixadora síria em Paris ter renunciado ao cargo em sinal de protesto contra a repressão do regime.

A declaração áudio foi divulgada pelo canal France 24. Pouco depois, a al-Arabiya emitiu um outro registo negando esta versão.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Turquia: Minorias religiosas exigem paridade