Última hora

Última hora

Luta contra a radioatividade continua em Fukushima

Em leitura:

Luta contra a radioatividade continua em Fukushima

Tamanho do texto Aa Aa

Três meses depois do tremor de terra e marmoto no Japão estas são as últimas imagens que mostram a dimensão da catástrofe.

Apesar disso a luta para controlar os níveis de radioatividade continua.

As salas de controlo dos reatores no Japão, ficaram temporariamente sem energia esta quarta-feira, mas a companhia disse que o sistema de arrefecimento dos reatores, fundamental para evitar o agravamento da crise nuclear foi mantido.

O Japão admitiu hoje que não estava preparado para um desastre nuclear tão severo como o de Fukushima, acrescentando que os danos nos reatores e as fugas de radioatividade são piores do que se pensava.

Em torno dos vinte quilómetros do perímetro de segurança o desalojado puderam voltar às suas casas para recuperar alguns haveres.

Os níveis de radioatividade são medidos antes e depois da viagem.

Esta mulher diz que pôde agora finalmente recuperar um bem muito preciso, a fotografia do seu pai no leito de morte.

O governo japonês reconhece finalmente que há defeitos na arquitetura do reator e que é necessária uma maior independência dos reguladores da energia nuclear no país.