Última hora

Em leitura:

Caso DSK: A guerra de bastidores


EUA

Caso DSK: A guerra de bastidores

Os advogados de Strauss-Kahn querem ter acesso às provas materiais contra o ex-diretor do Fundo monetário Internacional.

Descredibilizar a acusação é o objetivo.

A defesa contra-ataca. Um dos advogados da empregada de hotel que acusa Strauss-Kahn de agressão sexual foi à televisão francesa fazer um apelo:

“Queremos saber se existem outras mulheres em França ou em África que tenham sido vítimas de agressão sexual por parte de Dominique

Strauss-Kahn que me telefonem, que me contactem. Queremos ajudar-vos, queremos falar convosco” afirma Kenneth Thompson.

Desde que foi detido nos Estados Unidos, há cerca de um mês, muitas mulheres denunciaram terem sido vítimas do antigo responsável do FMI.

É o caso da escritora francesa Tristane Banon, que admitiu apresentar uma queixa formal contra Strauss-Kahn. Mas já fez saber que recusa testemunhar em Nova Iorque.

Acusado de sete crimes, o socialista declara-se inocente num processo que está longe do fim.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Iémen entre protestos e violência