Última hora

Última hora

Cesare Battisti está livre e vai ficar no Brasil

Em leitura:

Cesare Battisti está livre e vai ficar no Brasil

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça brasileira recusou extraditar Cesare Battisti e decretou a sua libertação. O governo italiano já reagiu e ameaça contestar a decisão no Tribunal Internacional de Justiça de Haia. Fora das grades, o ex-militante de extrema-esquerda pretende continuar a viver no Brasil.

“Vamos pedir ao ministério da Justiça e ao Conselho Nacional de Imigração um visto permanente porque está implícito na decisão do presidente da Republica que não extraditá-lo para Itália significa que pode ficar no Brasil”, declarou o advogado.

Cesare Battisti foi militante de um grupo de extrema-esquerda italiano durante os “anos de chumbo” na década de 70.

Em 1993, a Itália condenou-o a prisão perpétua pelo homicídio de quatro pessoas. Battisti encontrava-se, então, em França, onde ficou até ser ditada a sua extradição, em 2006. Nessa altura, fugiu para o Brasil, onde acabou por ser detido.

Em comunicado, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, declarou que a recusa da extradição não respeita as famílias das vítimas.