Última hora

Última hora

Rússia contra resolução da ONU sobre a Síria

Em leitura:

Rússia contra resolução da ONU sobre a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia opõe-se a qualquer resolução das Nações Unidas contra a Síria. A garantia é dada pelo porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros, um dia depois da apresentação de um documento a condenar a violência na Síria e a exigir o fim do cerco às cidades sitiadas.

O documento foi redigido pela França, Reino Unido, Alemanha e Portugal, que já esperavam a oposição russa.

O embaixador da Rússia na ONU, Vitaliy Churkin, justifica a decisão: “Tememos que uma intervenção do Conselho de Segurança nos assuntos sírios agrave ainda mais a tensão porque poderia ser mal interpretada pelas forças destrutivas da oposição que querem uma mudança do regime em Damasco.”

Três meses depois do escalar da violência para calar a revolta popular, o regime de Bashar al-Assad está sob uma chuva de críticas internacionais.

Esta quinta-feira, a Alta Comissária da ONU para os Direitos do Homem exortou as autoridades sírias a “cessar os ataques contra a população”. Navi Pillay sublinhou ter informações sobre “tentativas do regime sírio em esmagar impiedosamente as manifestações civis”.