Última hora

Última hora

Turquia já acolheu 1600 refugiados sírios

Em leitura:

Turquia já acolheu 1600 refugiados sírios

Tamanho do texto Aa Aa

Mil e seiscentas pessoas já fugiram da Síria e encontraram refúgio na Turquia. A estimativa é feita por um responsável do governo de Ancara, que adianta que, nas últimas 24 horas, foram mais de mil os que entraram no país.

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou, ontem, que não vai “fechar as portas aos refugiados sírios”.

Muitos são acolhidos em centros criados pelo Crescente Vermelho. Outros limitam-se a montar as tendas a três quilómetros do território turco, onde o exército sírio não pode atacar.

A maior parte das pessoas vem de Jisr al Shougour, que fica a cerca de vinte quilómetros da fronteira.

Um jovem conta o que deixou para trás: “As forças de segurança abriram fogo contra as pessoas. Mataram mais de vinte e feriram mais de 40. Também colocaram veneno no principal depósito de água da cidade.”

O regime enviou mais tropas para Jisr al Shougour, na sequência do massacre de cem militares na segunda-feira. A oposição disse que foram executados pelo exército por terem recusado disparar contra a população. O governo falou em “emboscada”.