Última hora

Última hora

Legumes europeus de volta ao mercado russo

Em leitura:

Legumes europeus de volta ao mercado russo

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia vai levantar o embargo aos legumes vindos da União Europeia. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão, esta sexta-feira, em Nizhni Novgorod, à margem da 27 cimeira UE-Rússia.

A 2 de Junho as autoridades russas suspenderam a importação de vegetais frescos europeus, receando a nova estirpe da bactéria E.coli.

“As nossas equipas acordaram levantar o embargo aos legumes vindos da União Europeia. A Comissão vai acionar sem mais demoras um sistema de certificação da qualidade dos vegetais. Os detalhes desta certificação serão ajustados assim que possível entre a Federação russa e os serviços da Comissão Europeia”, assegurou José Manuel Barroso.

O presidente da Comissão Europeia não precisou quando é que o embargo será levantado, mas garantiu que os certificados de segurança serão enviados até este sábado.

A União Europeia chegou a qualificar a medida de “desproporcionada” e contrária às regras da Organização Mundial de Comércio, que a Rússia quer integrar. O presidente russo solicitou mesmo mais celeridade neste dossier.

“Pedi aos nossos parceiros europeus para terminarem dentro de um mês, literalmente, as negociações de forma a assinarmos os documentos para a adesão da Rússia à Organização Mundial do Comércio até ao final do ano”, disse Dmitri Medvedev.

Barroso e o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, manifestaram preocupação com o historial dos direitos humanos na Rússia e apelaram ao estabelecimento de condições idênticas para o acesso ao mercado russo de investidores estrangeiros.