Última hora

Em leitura:

Mais de duas centenas de mulheres dizem ter sido violadas na Líbia


Líbia

Mais de duas centenas de mulheres dizem ter sido violadas na Líbia

Esta mulher afirma ter sido violada pelas tropas de Muammar Kadhafi e não é a única.

Depois das acusações, as provas. De acordo com os investigadores há indícios de que o coronel ordenou violações em massa e distribuiu estimulantes sexuais aos soldados.

“Encontramos no leste da Líbia 259 mulheres que dizem ter sido violadas e falámos 140” refere a investigadora e professora de psicologia Seham Sergewa.

A investigação está em curso desde fevereiro.

O Tribunal Penal Internacional não exclui a hipótese de juntar a violação aos crimes de guerra do coronel.

O governo rejeita as acusações:

“É tudo um disparate. Sempre dissemos às pessoas para que venham ao terreno investigar as acusações contra nós” afirma Moussa Ibrahim, porta-voz do governo.

O chefe da missão do Conselho das Nações Unidas, em Trípoli e em zonas controladas pelos rebeldes, no final de abril, tem dúvidas quanto à política de violação em massa e fala de uma histeria generalizada.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Berlusconi: Itália vai reclamar em Haia de decisão brasileira de libertar Battisti