Última hora

Última hora

Turquia: constituição no centro da batalha eleitoral

Em leitura:

Turquia: constituição no centro da batalha eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

No domingo cerca de 50 milhões de turcos vão escolher os 550 deputados de um sistema unicameral. O partido AK de inspiração islâmica do primeiro-ministro Recep Tayyp Erdogan espera uma vitória esmagadora para poder reescrever a constituição.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Ahmet Davutoglu, assegura que o seu partido deseja uma “nova constituição baseada na liberdade, nos valores democráticos, nos direitos humanos e em valores universais no sentido de proteger os direitos individuais em vez de proteger o Estado ou a estrutura política.”

O líder do principal partido da oposição, Kemal Kilicdaroglu, alerta para o perigo do primeiro-ministro subverter a democracia:

“Nós queremos incrementar a democracia e a liberdade. As nações árabes veem-nos como um modelo mas o governo turco está a tornar-se opressivo e autoritário como os líderes árabes. Isto é o que está a acontecer.”

Apesar das eleições se realizarem no domingo muitos turcos já começaram a votar. É o caso dos emigrantes e dos eleitores que partem para o estrangeiro que podem exercer o direito de voto no aeroporto.

Quinze partidos participam na corrida eleitoral mas só elegem deputados as formações que obtiverem pelo menos 10 por cento dos votos.