Última hora

Última hora

Alemanha passa de acusadora a acusada

Em leitura:

Alemanha passa de acusadora a acusada

Tamanho do texto Aa Aa

E finalmente, a criatura voltou-se contra o criador.

A bactéria e.coli, que já matou 32 pessoas e provocou uma crise sanitária em toda a Europa, tinha origem na Alemanha.

Isso mesmo já foi reconhecido pelo governo de Berlim. Mas a Comissão Europeia avisa os estados membros que devem manter todos os sinais de alerta, até que o problema esteja definitivamente resolvido.

O porta-voz do comissário europeu para a saúde diz que é preciso tirar lições e manter o estado de alerta:

“Temos de tirar conclusões e lições desta última crise. Foi reconhecido, tão rapidamente quanto possível, que foi um erro, acusar um produto específico, de um país particular, concretamente a Espanha que foi atingida. Estamos a trabalhar, para tentar corrigir isso”.

A Alemanha diz que as conclusões dos estudos laboratoriais constituem um grande passo, para a resolução do problema, criado pelo seu próprio governo.

Num primeiro momento, Berlim direcionou todas as suspeitas para os pepinos espanhóis, provocando uma crise comercial deste produto que acabou por atingir outros estados.

No final, veio a descobrir que a origem da bactéria estava numa produção alemã.

O contacto mais remoto da e.coli pode ser mesmo com a semente, mas, por ter uma relação multitrófica, acaba por atingir toda a planta, sem a afetar.

No entanto, acaba por afetar, quem dela se alimenta.